"Nós não somos seres humanos tendo uma experiência espiritual. Somos seres espirituais tendo uma experiência humana"

(Teillard de Chardin)

18 julho 2010

Onde está voce?



“Me pergunto por onde anda você
Meu Anjo, minha vida
Por onde anda você nessa horas
Em que a dor me angustia
Nessas horas que ela vem como um punhal
Rasgando tudo que tento construir
Nesse nosso mundo mortal

Ah...meu Anjo, minha vida
Vem depressa aplaca essa dor
Estanca esse sangue que corre incandescente
Abrindo as feridas a pouco fechadas
Meu Anjo onde está sua mão
Que busco feito louca
Nessa escuridão passageira em que estou

Ah... meu Anjo, minha vida
Por que não me deram asas afinal?
Por quê eu tive de voltar?
Por quê eu estou a lutar por prados
Onde nós corríamos a brincar?
Onde fomos felizes e só sabíamos amar

Ah... minha doce Menina
Luz do meu espírito, meu Amor
Acaso achas que não sinto tua dor?
Acaso achas que não te seguro
Por onde andas, por onde fores
Minha mão está na tua sempre
Te guiando na passageira escuridão
Minha doce protegida

Não se engane tua força existe
Não se iluda teu alicerce é forte
Pois construímos com o nosso amor
Que nada neste mundo mortal poderá derrubar
Pois foi construído em outra esfera

Quando por acaso a dor te visitar
Lembra que é passageira
Não deves te abalar
Lembras que no final da jornada
Estaremos juntos outra vez
Lembra sempre que estamos unidos
Pela alma dessa vez.”