"Nós não somos seres humanos tendo uma experiência espiritual. Somos seres espirituais tendo uma experiência humana"

(Teillard de Chardin)

31 dezembro 2010

Que venha o futuro


Que venha o futuro.

Determinação. Não para vencer ou para ocupar topos de listas, mas para concluir tarefas e planos. Livros inacabados, deveres a cumprir e pendências pessoais não são saudáveis.

Aproveitar, respeitar e zelar pelos relacionamentos e pelas amizades, sabendo não se apoiar nelas. Porque quando o fim chega (e ele é recorrente), vem a onda de choque inicial.

Depois disso, é preciso manter-se íntegro, completo, único. Pedaços que ficam pelo caminho perdem o formato e nunca se encaixam outra vez.

Moldar-se aos trejeitos alheios é deformar-se para a eternidade.

Felicidade depende de amizade, de satisfação, de família e de amor. Entretanto, somar estes atributos não gera uma equação que se iguala à felicidade.

Há, antes de tudo, a essência.

Alguns a chamam de amor próprio, eu digo que é instinto de sobrevivência. […]

(Pedro V.)

(http://cartoespostaisdaitalia.blogspot.com)