"Nós não somos seres humanos tendo uma experiência espiritual. Somos seres espirituais tendo uma experiência humana"

(Teillard de Chardin)

23 dezembro 2011

O Natal dos Esquecidos


Jesus,
Lembrando o Teu convite endereçado a todos nós, há mais de dois mil anos: "Vinde a mim todos vós que estais aflitos e
sobrecarregados que eu vos aliviarei", aproveitamos a oportunidade para fazer-Te um pedido, desde já, em nome dos "esquecidos", pois sabemos da Tua visita ao nosso mundo, na qualidade de Governador Espiritual da Terra, entre os dias 24 e 25 de dezembro, quando comemoramos o Teu aniversário natalício.


Como sabes, Senhor, eles se encontram em toda parte, a começar pelas crianças que acordam famintas, esquecidas pela sociedade indiferente à sua sorte, e que por isso acabam encontrando a morte na cruel desnutrição.

Rogamos pelas mães abandonadas por parceiros desalmados, que, vencidas pela miséria, esquecem de si mesmas para poderem sustentar os filhos.

Pedimos também pelos pais esquecidos, Senhor, que tudo fazem pelos filhos, sacrificando-se inúmeras vezes para o bem-estar deles e, depois, são renegados a um segundo plano na velhice, razão pela qual acabam morrendo, apunhalados pela ingratidão daqueles de quem tanto esperavam no inverno de suas vidas.

Jesus! É certo que não temos a pena de morte em nosso país. 

Mas há coisa pior do que as vítimas do esquecimento do Poder Público, que apodrecem nas prisões sem as mínimas condições de se reabilitarem perante a vida social? 

É por isso que intercedemos em favor deles, para que seja restabelecida a dignidade que devemos a esses irmãos.

Neste Natal, vem amparar os esquecidos que se encontram aflitos e sobrecarregados a fim de aliviar suas dores, causadas pela ambição dos egoístas.

Vem, portanto, Senhor, confortar o coração dos que foram vencidos pela miséria, pela fome, pelas injustiças, porque eles não possuem voz para clamar por piedade aos "vencedores da Terra".

(Gerson Simões Monteiro)