"Nós não somos seres humanos tendo uma experiência espiritual. Somos seres espirituais tendo uma experiência humana"

(Teillard de Chardin)

09 fevereiro 2012

Pais Caretas


Tenho um relacionamento complicado com meus pais. Vivemos às turras. Fomos Inimigos no passado?

A dificuldade não está no reencontro de inimigos do pretérito, que até pode acontecer. Basicamente, porém, sustenta-se em nossos desencontros com a compreensão.
        

Como cultivar compreensão se não há o mesmo empenho da parte deles?

Quem exercita a compreensão apenas quando há reciprocidade ainda não conquistou o dom de compreender.
         

O problema maior é a caretice de ambos. Têm idéias estreitas, quadradas... Não dá para agüentar.

Talvez o que lhe pareça estreiteza seja apenas uma visão mais prudente, inspirada na experiência. Eles já tiveram sua idade e desejam evitar que você incorra nos mesmos enganos que cometeram.


E se não estou interessado? Não tenho o direito de desenvolver minhas próprias experiências, sem intromissão dos coroas?

Certamente, quando for emancipado. Enquanto eles o sustentarem, dando-lhe casa, comida, roupas, escola, têm o direito inalienável e, mais que isso, o dever de indicar-lhe os caminhos que lhes pareçam mais acenados.


Não tenho direito à auto-afirmação? Quero sentir-me gente, com a liberdade de ser eu mesmo.

Não confunda rebeldia com auto-afirmação. Esta subordina-se muito mais ao ajuste de nossos valores íntimos, com o cultivo da reflexão, e muito menos a iniciativas contestatórias.

      
Parece-me intolerável ter gente controlando minha vida,

dizendo-me o que devo fazer.

Então deve mudar-se para uma ilha deserta. Em qualquer relacionamento humano há regras, leis, normas... Há uma hierarquia a ser observada, envolvendo o lar, a escola, a profissão, a sociedade.


O que devo fazer para melhorar nosso relacionamento?


Experimente concordar com seus pais, dar-lhes satisfação de seus atos, pedir orientação. Ficará surpreendido com os resultados.


E o que não devo fazer?

Nunca cobre nada. Seus pais podem não ser os melhores do mundo, mas esteja certo de que são aqueles que voce merece. E, afinal, sem eles não estaria colhendo os benefícios da reencarnação.
Você lhes deve isso.

(Extraído do livro “Não pise na bola” – Richard Simonetti )