"Nós não somos seres humanos tendo uma experiência espiritual. Somos seres espirituais tendo uma experiência humana"

(Teillard de Chardin)

11 maio 2012

A Mediunidade na História



Alguns fatos que evidenciam a presença do Plano Invisível na História:

- Moisés, mediante fenômeno de combustibilidade, recebe do Alto a Tábua dos Dez Mandamentos - manifestação de uma vontade superior visando o despertamento moral dos povos;

- Sócrates, constantemente orientado pelo Guia espiritual, revela-se precursor do Cristianismo. " Desde a minha infância, graças ao favor celeste, sou seguido por um Ser quase divino, cuja voz me impele a esta ou aquela ação".

- Paulo de Tarso, às portas de Damasco, tem a visão do Nazareno em perfeita configuração luminosa, convertendo-se desse modo em apóstolo e medianeiro do Mestre;

- Os Oráculos eram núcleos de intercâmbio medianímico, onde trabalhavam sibilas, pítons e pitonisas. Gente de todas as classes sociais, inclusive autoridades públicas, visitavam esses lugares, recebendo orientações as mais diversas;

- César, o grande imperador romano, esteve com a pitonisa Spurina, informando-se que algo muito grave aconteceria na sua vida. Na data prevista, 15 de Março, segue para o Senado e lá recebe 23 punhaladas;

- Joana D’Arc, heroína francesa, orientada pelas "vozes do Céu", assume a missão de libertar sua pátria do jugo inglês. Perseguida como herege, submete-se ao sacrifício inquisitorial, mas, no momento extremo, ainda afirma ouvir os espíritos;

- Rainha Vitória, a soberana que mais tempo permaneceu no Poder inglês, passou 30 anos mantendo diálogos com seu ex-esposo Alberto, através do médium John Brown. As grandes decisões do seu governo tiveram a participação direta do Espírito;

- Catarina da Rússia é chamada às pressas para ver o seu sósia fantasma -, uma entidade materializada que se demorava no trono da Rainha, sendo cercada pela guarda do Palácio. Alvejado por dois tiros de fuzil desfez-se sem deixar sinal de sua presença;

- Abraham Lincoln, presidente americano, realizava sessões espíritas na Casa Branca. Ele mesmo era dotado de faculdade mediúnica, chegando ao ponto de antever a sua morte ocorrida no dia 15 de abril de 1865;

- Harriet Beecher Stowe psicografou o conhecido livro "A cabana do pai Tomás". "Este livro não foi escrito por mim. Não fiz outra coisa senão tomar nota do que me diziam";

- Dom Bosco, em Turim, no ano de 1883, sonha com o berço da Nova Civilização do III Milênio, que deveria surgir entre os paralelos 15 e 20 do hemisfério; após 60 anos, no local e época previstos JK constrói Brasília.


Um sem número de fatos ainda poderíamos citar.

São realidades trazidas ao conhecimento público pela imprensa leiga, isto é, pelos veículos normais de comunicação.

(FONTE: Revista Espírita Allan Kardec: ano III, NO.9.)