"Nós não somos seres humanos tendo uma experiência espiritual. Somos seres espirituais tendo uma experiência humana"

(Teillard de Chardin)

22 janeiro 2014

Poema de Quirino


O homem é um grão na imensidão da Terra.
E não erra quem diz que a Terra inteira
é um grão de poeira no Universo.
E que o meu verso é nada,
comparado a tais grandezas.
Mas digo, com certeza:
meu verso, comparado à vida,
tem alto valor, pois há de ficar
quando minha vida se for.
Então me respondam, por favor,
qual o valor mais alto?
O Universo, a Terra, a vida ou o verso?
É verdade que o homem é um grão
na imensidão da Terra.
Mas é um grão que guarda em si
a vida, o amor e o verso.
Então se dá o reverso:
o grão de pó ganha a grandeza,
e nós ganhamos a certeza
que a poesia indica:
as eras do Universo passam...
E o homem que ama fica!...


* * *