"Nós não somos seres humanos tendo uma experiência espiritual. Somos seres espirituais tendo uma experiência humana"

(Teillard de Chardin)

17 maio 2014

A atriz Christiane Torloni fala sobre o luto


Christiane Torloni deu uma longa entrevista á emissora portuguesa SIC e falou que ainda sente a morte do filho.

*

Sempre muito discreta ao falar da família, a atriz Christiane Torloni abriu o coração para o programa "Alta definição", da emissora portuguesa SIC, numa comovente entrevista.

A atriz esteve no país recentemente para a turnê europeia do espetáculo de dança "Teu corpo é meu texto", no qual interpreta uma deusa, e aproveitou para conversar com a atração.

No início, Christiane relembrou de quando morou em Portugal por três anos com a família e pensou em desistir da carreira, após a morte repentina do filho Guilherme, um dos gêmeos que teve com Dennis Carvalho. Ele morreu aos 12 anos, em 1991, num acidente de carro.

"O luto não passa nunca. 
Só vai diminuindo de potência, mas está sempre lá. É um convívio diário. 
Não existe ex-mãe ou ex-filho. Você conviver com isso é o grande desafio da vida.
E  principalmente não achar que isso foi um castigo.
Isso me fez desapegar mais do Leo (o ator Leonardo Carvalho, seu filho), porque temos que aprender que não somos donos de nada.
Não temos controle sobre a vida e a morte", declarou emocionada ao programa.

A atriz revelou ainda que chegou a pensar em ter mais filhos e que até hoje recebe cartaz de fãs dando apoio.

"Como a essência do ator é donativa, quando você perde seu coração, sua alma, não sabe nem se vai continuar vivo. 
É uma coisa a que pouca gente sobrevive. 
Tem gente que está aparentemente viva, mas já morreu há 30 e tantos anos.
A arte veio salvar a minha vida. O coração é o que mantém a mente inteira. O maior órgão, o mais delicado é o coração. Na hora que ele se espatifa, a mente se descontrola.
Manter seu coração inteiro para a sua mente ficar em ordem é sobre-humano".





*  *  *