"Nós não somos seres humanos tendo uma experiência espiritual. Somos seres espirituais tendo uma experiência humana"

(Teillard de Chardin)

03 maio 2014

O Diálogo com os Espíritos



Quem se propõe a dialogar com os espíritos é porque entende e aceita que eles existem e podem se comunicar conosco.

Espíritos são os seres inteligentes criados por Deus e que habitam o universo, encarnados ou não.

Há quem pense que o Espírito desencarnado não pode comunicar-se e conosco trocar ideias. A esse respeito,os espíritos instrutores responderam a Kardec:


Por que não?
Que é o homem, senão um Espírito aprisionado num corpo?
Por que não há de o Espírito livre se comunicar com o Espírito cativo, como o homem livre com o encarcerado?
(O Livro dos Médiuns, 1ª Parte, Cap. 1, 5.)


Sim, os espíritos, encarnados ou não, nos comunicamos uns com os outros. Estamos sempre em comunicação, seja pela transmissão do pensamento (telepatia), ou pelas emanações fluídicas, que constantemente emitimos e recebemos.

De alguma maneira, todos sentimos a influência dos espíritos libertos e, assim, podemos dizer que todos somos médiuns.

Essa comunicação usual, porém, costuma ocorrer de maneira sutil e dela nem sempre chegamos a tomar consciência.

Nos médiuns, propriamente ditos, a mediunidade fica bem caracterizada, por fenômenos ostensivos que ocorrem frequente e regularmente.

É que, nos médiuns, uma condição orgânica enseja a expansão perispiritual e, nesse estado de expansão espiritual, ele retoma suas funções de espírito, vê e ouve o que se passa no plano além (que é invisível aos nossos sentidos corpóreos), e se relaciona com os espíritos libertos da carne.

O médium nos transmite o que percebe do plano espiritual e o que recebe do espírito comunicante. A fidelidade da transmissão dependerá da maior ou menor aptidão que o médium tenha para perceber e entender a realidade do plano espiritual e o que diz o comunicante.

Não obstante alguns senões no processo da comunicação mediúnica, é através dos médiuns que os espíritos “ressuscitam”, ressurgem espiritualmente, e se nos manifestam.(...)


(in “Conversando com os Espíritos na reunião mediúnica”, de Therezinha Oliveira. Ed. Allan Kardec)



* * *