"Nós não somos seres humanos tendo uma experiência espiritual. Somos seres espirituais tendo uma experiência humana"

(Teillard de Chardin)

11 junho 2014

Alma Gêmea


Vem de longe este amor, vem de terras longínquas, vem de épocas remotas. 

Tempo que já não nos pertence, pois por ele já passamos, deixando a nossa marca.

Quantas e quantas vezes, já não nos encontramos, cada vez em um papel. Nem sempre éramos amantes, nem sempre vivenciamos este amor infinito. 

Muitas vezes nos perdemos, não merecíamos estar juntos, individualmente precisávamos crescer.

Com o tempo ganhando merecimento, não nos encontrávamos na Terra, mas no infinito. Quando um retornava, o outro procurava, mesmo sem se lembrar. 

Era um vazio na alma, uma falta inexplicável, de alguém muito amado. Este sentimento, sempre nos unia, éramos como imãs.

Hoje te sei encarnada, na labuta da vida, tentando evoluir. 

Sei que te sentes só, que a alma às vezes explode, e o corpo parece pequeno. Mas fizemos um trato, um pequeno sacrifício, para que juntos alcançássemos, o mesmo degrau na evolução.

Você queria resgatar, acertar velhos débitos, o amor semear. Eu teria que me conter, pois meu resgate seria aqui, sem me intrometer amparando-a. Entender que o amor universal, é maior que qualquer um, e em prol dele, abrir mão de você.

Mas sossegue o coração, tua alma é irmã da minha, lutamos pelos mesmos ideais, o amor entre nós é especial, mas sem prevalecer o amor universal, nosso amor não existiria.

Vem de épocas remotas, demoramos a entender, amor paixão é egoísmo, que o amor só vale se for para ser distribuído, que o corpo nada vale, nem o desejo da carne, que este se manifesta, por necessidade do corpo, mas que não é sinal de amor, apenas de atração.

Para ser amor tem que ser fundamentado, tem que vir antes do desejo, geralmente começa por uma simpatia, depois um inexplicável sentimento de bem estar que aos poucos vai crescendo, mas jamais sufoca, pelo contrário, abre caminhos dá espaços, se é feliz ao ver o amado feliz, mesmo que este jamais possa nesta vida estar realmente ao nosso lado, o que muito acontece pois afinal na maioria das vezes cada um está numa escala de evolução, e às vezes só um reconhece o amor verdadeiro, o outro é levado por paixões ou sentimentos pequenos.

Sim, é difícil nesta terra almas gêmeas se encontrarem e unirem-se; normalmente as almas gêmeas muitas vezes se amparam nas encarnações por laços de amizade ou mais comumente de parentesco próximo, ou então como nós agora, um vai a Terra e o outro fica para amparar; e tu me perguntas, por que isto?

Eu te digo, irmã minha, por que esta Terra é escola, é aprendizado, e muitas vezes uma alma até alcançar o entendimento acaba fazendo por seu livre arbítrio opções erradas e cometendo sérios delitos, contraindo dívidas para com a humanidade, que devem ser resgatadas, e para isto na maioria das vezes torna-se necessário viver entre estes irmãos, para ajudá-los, para ser ajudada por eles, para criar-se um rol de convívio para o encarnado aonde ele possa resgatar suas dívidas para com a humanidade, e muitos resgates e missões compete só a um deles e não ao outro.

Afinal almas gêmeas ou não, cada espírito é um individuo único, capaz de interagir com seu livre arbítrio, com um programa próprio evolutivo a seguir, determinado pelo uso que fez deste mesmo livre arbítrio quando encarnado.

Nosso Mestre disse que a felicidade não pertence a este mundo, e é sem dúvida uma dentre todas as Grandes Verdades que Ele ensinou.

Contudo Ele sempre nos ampara, e sempre nos dá alívio e bênçãos para que possamos ter forças de completar a nossa tarefa terrena.

Com certeza o plantio que fazemos na Terra, será nossa colheita no mundo espiritual, e como o espírito é eterno, vale realmente a pena estes poucos anos que passamos na escola terrena.

Estou ao teu lado, estarei sempre, quando não em presença, estarei em pensamento, como você sempre o está comigo, mesmo que inconscientemente; siga o caminho, não desanime e lembre-se: o que realmente importa é o AMOR UNIVERSAL.


Na paz do Senhor Jesus eu me despeço.


*


Ditado por Alma Gêmea
(Psicografado por Luconi em 04-11-2010)







* * *