"Nós não somos seres humanos tendo uma experiência espiritual. Somos seres espirituais tendo uma experiência humana"

(Teillard de Chardin)

24 setembro 2014

Ao trabalhador voluntário


Bendito seja, trabalhador voluntário

Deus nos abençoe, corações,
Cuja ternura se reparte em gestos,
Abençoando a alma sofrida
Da mãezinha desnuda.

Deus nos abençoe,
Quando as mãos se unem na ciranda de trabalho,
Contendo as dores ou a emoção
Para que o supremo bem, que é o Senhor,
Continue entoando a mesma canção.

Canção cujas notas sensíveis
Falam de trabalho contínuo, de união.
Canção que cantada nas cirandas, nas calçadas
Tem a mesma direção
Atinge no convite afetuoso, o trabalhador voluntário
No seu coração.

Ah! Ciranda abençoada por Deus
Cantada por todos, a nossa admiração
Veremos ainda crianças sofridas
Mas que já tem o pão
Homens reerguidos, descobertos pelo mundo
A sua vocação.

Teremos no esforço conjunto
Dentro da união a certeza
De que no homem do povo
A mão que busca outra mão
Se fortalece, descobre a realidade
Da palavra irmão.


Autor: Meimei
Psicografia de Miltes A.S.C.Bonna, em 25/7/2000







*  *  *