"Nós não somos seres humanos tendo uma experiência espiritual. Somos seres espirituais tendo uma experiência humana"

(Teillard de Chardin)

09 dezembro 2014

Dica de livro: "O Brilho do Bronze – um diário", de Boris Fausto


Como continuar a viver após a perda da pessoa amada?

Imagina-se que a melhor forma seria esquecer, mas na realidade, para reerguer-se emocionalmente precisamos é de, durante um tempo, relembrar...

Reviver os momentos vividos com alguém que amamos é tê-la um pouco dentro de nós.

Pois diante da morte da esposa Cynira, com quem foi casado por 49 anos, o historiador Boris Fausto decide revisitar um hábito da juventude e escreve um diário.

Neste livro, que escreveu ao longo de quatro anos, para enfrentar a experiência do luto com a morte da esposa, o autor reflete e relembra, expõe reflexões acerca do luto, muitas vezes de forma amena e bem humorada.

Editora: Cosac Naify



* * *