"Nós não somos seres humanos tendo uma experiência espiritual. Somos seres espirituais tendo uma experiência humana"

(Teillard de Chardin)

19 dezembro 2014

Vá agora!



Uma das lições mais surpreendentes que os nossos mestres oferecem é que a vida não termina com o diagnóstico de uma doença terminal.

Ao contrário, é aí que ela começa mais plenamente.

Ao reconhecer a realidade concreta da morte, os doentes compreendem que ainda estão vivos, que têm que viver a vida no agora porque, assim como nós, só tem essa vida agora.

A principal lição que os que estão à beira da morte nos ensinam é viver cada dia o mais plenamente possível. (...)

Você não vai receber outra vida como esta.

Você nunca mais vai desempenhar este papel e experimentar esta vida como foi dada a você.

Você nunca mais vivenciará o mundo como no conjunto de circunstâncias desta vida, exatamente dessa maneira, com esses pais, esses filhos e esses familiares.

Você nunca terá novamente este grupo de amigos.

Você não experimentará a Terra com todas as maravilhas novamente neste período da História.

Não espere o momento em que desejará dar uma olhada no oceano, no céu, nas estrelas ou nas pessoas queridas.

Vá olhar agora.



( in “Os Segredos da Vida”, de Elisabeth Kübler-Ross)



*  *  *