"Nós não somos seres humanos tendo uma experiência espiritual. Somos seres espirituais tendo uma experiência humana"

(Teillard de Chardin)

11 abril 2015

Sobre os Mentores e Guias Espirituais


Quem são estes seres espirituais também chamados de anjos da guarda, amparadores, mentores espirituais, protetores ou guias que, ao nosso lado, se comprometem em missão a ajudar-nos na caminhada da existência?

Tendo em vista que este é um tema que causa grande dúvida aos buscadores do amor incondicional, exponho abaixo um pouco sobre estes seres que nos auxiliam no período em que estamos encarnados na Terra.

Diferente do que a maioria das pessoas pensam o mentor espiritual é um espírito em processo de evolução, que ainda não alcançou a perfeição; ele nos acompanha durante toda vida até o dia do nosso desencarne.

Nas obras do inesquecível Chico Xavier: “Missionários da Luz” pelo espírito André Luiz, e “O Consolador”, pelo espírito Emmanuel, encontramos significativo conteúdo de pesquisa que pode trazer-nos a necessária luz do conhecimento, dissipando dúvidas e possíveis confusões a respeito da existência destes amigos da outra dimensão.

Em “Missionários da Luz”, André Luiz informa-nos que “com todo o apreço que devemos aos mentores espirituais, é preciso considerar que são vanguardeiros do progresso, sem serem seres infalíveis.

Os mentores são grandes almas em abençoado progresso de sublimação, credores de nossa reverência pelo grau de elevação que já conquistaram, contudo são espíritos ainda ligados à humanidade terrena e em cujo seio se corporificarão, de novo, no futuro, através da reencarnação para o desempenho de preciosas tarefas.

Não são luminares isentos de errar.

Não podemos exigir deles qualidades que somente transparecem nos espíritos que já atingiram a sublimação absoluta.

São altos expoentes de fraternidade e conhecimento superior, porém, guardam ainda consigo probabilidades naturais de desacerto.

A palavra do guia é agradável e amiga, mas o trabalho de iluminação pertence a cada um. 

Na solução dos nossos problemas, nunca esperemos pelos outros, porque, de pensamento voltado para a fonte de sabedoria e misericórdia, que é Deus, não nos faltará, em tempo algum, a divina inspiração de sua bondade infinita”.


Portanto, se você quiser atrair, canalizar seu mentor espiritual, espíritos guardiões, seres angelicais, mestres ascensionados, é preciso elevar seu teor vibracional, cultivando a positividade, os bons pensamentos, sentimentos e atitudes para se sintonizar com eles, é preciso assumir responsabilidade, tomar posse de si pela qualidade de seus padrões vibracionais.

Precisamos também cultivar a prece, fortalecer a fé, termo tão desacreditado no mundo moderno. A era científica e tecnológica em que vivemos valoriza muito o intelecto e trata com descaso a fé. (...)





*  *  *