"Nós não somos seres humanos tendo uma experiência espiritual. Somos seres espirituais tendo uma experiência humana"

(Teillard de Chardin)

24 setembro 2011

O que é Karma


Karma ou carma, tanto faz, é princípio ou Lei Cósmica máxima que abrange todas as outras leis e consiste nos princípios multidimensionais, temporais e atemporais de ação e
reação.

É princípio motivador da evolução das consciências aplicando o método "dor corretiva ou recompensa". Aplica-se em todos os lugares (espaço), todos os tempos (temporalidade) e todas as dimensões (multidimensionalidade).

É método auto-regulador, motivado e registrado pelas próprias consciências que o veiculam em seus registros akáshicos ou memória integral ou memória consciencial.

Temos uma memória que não é física e não depende do cérebro ou neurônios, embora necessite destes para se manifestar nesta dimensão densa, mas mesmo despido do corpo de carne a possuímos em qualquer dimensão que nos despontarmos.

Esta memória tem o registro de todas nossas vivências em todas épocas e dimensões e tem e faz parte do registro do Todo ou memória do Cosmos ou até mesmo se preferir memória de Deus.

Ela conhece todos os princípios e leis cósmicas e universais e sabe o que é certo ou errado e onde e quando acertamos ou erramos e quanto "devemos" para quitar em forma de aprendizado prático, sadio, corretor e consciencialmente didático.

Quem melhor para nos "anotar" que nossa própria consciência? 

Os erros e desvios e prejuízos espúrios ou acidentais a outros seres em qualquer reino (mineral, vegetal e animal) estão de forma justa, perfeita e ponderada levando-se em consideração todas as variáveis intervenientes entre os atenuantes e agravantes indescritíveis a um ser humano comum como "Juiz Cósmico".

Tenho e temos que ter cuidado com a interpretação indevida de: "Juiz Cósmico", "anotar" e "devemos" entre outras.

Não há vingança, não há o que temer, não há julgamento e não há maldade. As leis são automáticas e auto-reguladoras, e o princípio é impessoal, justo, perfeito e sem emocionalismos desequilibrados.

É uma das coisas mais complexas e avançadas de se interpretar em nosso nível evolutivo, mas funciona e já podemos até com certa facilidade abordar o básico: todo mal aplicado voltará em sentido contrário assim como todo o bem. 

É um princípio meramente matemático.

Incentivamos o arrependimento e a vontade profunda, sincera, cirúrgica e visceral de melhorar-se e retificar o erro, sem alimentar autopunições e incentivo de consciência de culpa, algo totalmente patológico, negativo e anti-produtivo.



(Dalton Campos Roque - autor do livro “O Karma e suas Leis”)