"Nós não somos seres humanos tendo uma experiência espiritual. Somos seres espirituais tendo uma experiência humana"

(Teillard de Chardin)

13 julho 2012

Sempre haverá alguém...


Sempre haverá alguém, em algum lugar deste planeta azul, cujo coração sofre pela perda de um ente querido, a ter sua dor amenizada pelas cartas que nos vem do outro lado.
Mesmo quando não nos são endereçadas, elas são um testemunho vivo de a vida continua...


* * *


Papai.

Recebi de Deus a bênção de poder estar aqui para escrever uma pequena mensagem a você.

Sei que a dor em seu peito é muito forte, que a saudade parece insuportável. Mas é preciso continuar!

Por você e por nós, que pela vontade de Deus, encontramo-nos agora no mundo espiritual.

Peço-lhe por tudo que há de mais sagrado, que pare de se culpar. 

Encare a situação com outros olhos. Foi a estrada que nos levou e não o fato de você estar dirigindo. Pense bem, o que você poderia ter feito melhor? nenhuma manobra sua nos livraria daquele acidente.

Como já disse, foi a estrada que nos levou. A estrada é apenas mais um dos instrumentos usados para cumprir os desígnios do Plano Superior.

Quero que saiba que já estou plenamente recuperada, tanto que estou aqui. Nossos amigos do plano espiritual me ajudaram e me trouxeram até aqui, pois todos nós entendemos que você precisa reerguer-se antes que seu desgosto afete sua saúde.

A mamãe ainda não está completamente adaptada, pois ainda escuta seus chamados e sente a sua dor.

A vovó Nair está cuidando dela, mas todos precisamos entender e aceitar a situação, para que possamos nos reencontrar um dia.

Você sempre foi um homem equilibrado e forte. Seja assim agora!

Não perca sua fé, pois se olhar em volta verá que tem muitas boas razões para prosseguir.

Estarei sempre por perto e tenha certeza que eu e a mamãe amamos muito você e o Leandro.

Beijos.

Com carinho,


Lídia.


(Psicografado por Cleber P. Campos)


*  *  *


*  *  *