"Nós não somos seres humanos tendo uma experiência espiritual. Somos seres espirituais tendo uma experiência humana"

(Teillard de Chardin)

07 novembro 2012

A ingenuidade ignorante e a ingenuidade sábia



Há duas espécies de ingenuidade.

Uma que ainda não percebeu todos os problemas e ainda não bateu a todas as portas do conhecimento.

E outra, de uma espécie mais elevada, que resulta da filosofia que, tendo olhado dentro de todos os problemas e procurado orientação em todas as esferas do conhecimento, chegou à conclusão de que não podemos explicar nada, mas temos de seguir as convicções cujo valor inerente nos fala de maneira irresistível.

(Albert Schweitzer, in “O Cristianismo e as Religiões do Mundo”)

*  *  *