"Nós não somos seres humanos tendo uma experiência espiritual. Somos seres espirituais tendo uma experiência humana"

(Teillard de Chardin)

06 março 2015

O Museu dos Corações Partidos



Quem nunca terminou um relacionamento e ficou com o coração partido?

Não importa a cultura, origem ou educação, o amor e o fim do amor são privilégios de todos.

Pensando nisso, na Croácia, precisamente em Zagreb, Olinka Vistica e Drazen Grubisic, terminaram um relacionamento e viram-se rodeados por objetos, presentes e cartas de toda a história vivida pelos dois, criando um museu para abrigar seus pertences.

E assim foi inaugurado em 2006 “O Museu dos Corações Partidos”, um projeto inovador de museu.

A idéia foi coletar os objetos pessoais e expor tudo com emoção.

As primeiras doações para este museu vieram de Zagreb, Ljubljana, Maribor, Sarajevo, Skopje, Pula e Belgrado.

Das 40 peças iniciais, hoje o ”Museu dos corações partidos” possui um acervo de mais de mil peças.

O sucesso foi tanto, que o “Museu dos Corações Partidos” já passou por 25 países, entre eles o Brasil.

O público além de visitar a mostra, pode fazer sua doação e contribuir com o acervo do museu, que reúne uma coleção de lembranças de términos de namoro e casamento.

Na exposição existe de tudo. 

Desde cartas românticas a ursinhos de pelúcia e fotografias, além de objetos bizarros como machado, vidrinhos com lágrimas, prótese de perna e um anão de jardim.

Cada objeto em exibição é anônimo e possui um breve resumo da história do fim do relacionamento.

O museu conta ainda com um confessionário, onde as pessoas podem deixar por escrito o seu relato, história, dores e mágoas.










*  *  *