"Nós não somos seres humanos tendo uma experiência espiritual. Somos seres espirituais tendo uma experiência humana"

(Teillard de Chardin)

01 julho 2011

Acreditar em Reencarnação - estatísticas


No Brasil 12% da população acredita em reencarnação. Não é um número alto, para um país onde o tema circula abertamente e continuamente.

84% acreditam em Deus ou em um ser superior. Os outros 16% se dividem entre ateus (3%) e pessoas que não tem opinião ou sequer pensam no assunto.

Os que se dizem ateus são 39% na França e 36% na Suécia. Países mais ricos, mais equilibrados e com menos corrupção e menos violência tendem a ter mais ateus.

O que pensar destes números?

1) crença não é importante para o ser humano. Quem não acredita em Deus não vira um desajustado e nem quem crê em Deus fica melhor.

2) o que importa é a atitude e o caráter. A religião não é essencial para formar o caráter da pessoa.

3) apesar de uma parcela grande dos brasileiros se afastarem da religião, continuam a manter uma religiosidade. Isto acontece porque a religião ajuda a explicar o mundo e ajuda a dar sentido para a vida das pessoas.

4) a espiritualidade é diferente de religião. Existem pessoas espiritualizadas e não espiritualizadas em todas as religiões e, inclusive, entre os ateus. A espiritualidade faz parte da alma humana e não depende de crenças. A espiritualidade é uma experiência humana.

Não podemos dizer que na França haja menos espiritualidade que no Brasil. É absolutamente necessário as pessoas deixarem de confundir espiritualidade com religião.

A ESPIRITUALIDADE É UMA EXPERIÊNCIA HUMANA, QUE INDEPENDE DE RELIGIÃO, CRENÇA OU RITUAIS.

A espiritualidade permite a vivência do Fluxo de Deus, da Presença de Deus, do Espírito Santo ou de qualquer outro nome que queiram dar. Permite a emersão de conhecimentos, intuições e experiências. Permite a expansão da consciência e a evolução do ser.

(Regis Mesquita)