"Nós não somos seres humanos tendo uma experiência espiritual. Somos seres espirituais tendo uma experiência humana"

(Teillard de Chardin)

11 outubro 2010

Transcomunicação instrumental


A transcomunicação instrumental (TCI) estuda a comunicação entre vivos e mortos através de aparelhos eletrônicos como por exemplo rádio, televisão, telefone e computador.

Por vezes o termo é confundido com o "Electronic Voice Phenomena" (EVP) que, por se tratar apenas da manifestação de vozes em aparelhos, está contido dentro da TCI.

Curiosidade histórica: a possibilidade de comunicações com o mundo espiritual sem a interferência direta de um médium, foi considerada por diversos cientistas. Como exemplo, Thomas Alva Edison, nos Estados Unidos da América, patenteou uma máquina para esse fim. No Brasil, o português naturalizado Augusto de Oliveira Cambraia, inventor da cambraia, patenteou, em 1909, o "Telégrafo Vocativo Cambraia" e um aparelho destinado a possibilitar o intercâmbio entre os chamados "planos da vida".

A moderna fase da TCI iniciou-se com o crítico de arte sueco Friedrich Jüergenson (1903-1987) que, em seus momentos de lazer, em sua casa de campo em Molbno, tinha o hábito de gravar o canto dos pássaros da região. Em 1959, ao escutar uma dessas gravações, deparou-se com vozes humanas entre os cantos gravados. Estranhou o fato, uma vez que estivera absolutamente só ao realizar a gravação, no meio de um bosque.

Ao ouvir com mais cuidado, notou que se tratava de vozes de pessoas e que podiam ser percebidas palavras em vários idiomas, o que descartava a hipótese de interferência de alguma emissora de rádio. Aprofundando-se em novas gravações, assombrou-se ao perceber que as vozes o chamavam pelo nome, por apelidos e que podiam responder a perguntas feitas no local, o que também descartava a hipótese de captação de rádio amador ou outro tipo de transmissão à distância. Indagando de quem seriam aquelas vozes, a resposta não tardou: "Somos os mortos...".

O Brasil sediou um Congresso Internacional de Transcomunicação em Maio de 1992, na cidade de São Paulo, com a participação dos pesquisadores Hernani Guimarães Andrade e Sônia Rinaldi. No país, à época, a maioria das comunicações era registada através de gravadores de fita magnética.

Hoje existem vários grupos de estudo tentando contactar com o “outro lado”, com softwares específicos para facilitar a obtenção de vozes através de computador, como EVP Studio, Adobe Audition (antigo Cool Edit) e o Sound Forge, ou alguns baixados de forma gratuita na internet como: EVP maker e Audacity.

Importante: solicitar sempre a proteção dos espíritos superiores ao iniciar projetos desta natureza.