"Nós não somos seres humanos tendo uma experiência espiritual. Somos seres espirituais tendo uma experiência humana"

(Teillard de Chardin)

25 outubro 2010

Se você me ama, não chore.


Se você me ama, não chore.
Se você conhecesse o mistério insondável do céu onde me encontro...
Se você pudesse ver e sentir o que eu sinto e vejo nesses horizontes sem fim e nesta luz que tudo alcança e penetra, você jamais choraria por mim.
Estou agora absorvido pelo o encanto de Deus, pelas suas expressões de infinita beleza.
Em confronto com esta nova vida, as coisas do tempo passado, são pequenas e insignificantes.
Conservo ainda todo meu afeto por você, e uma ternura que jamais lhe pude, em verdade revelar.
Amamo-nos ternamente em vida, mas tudo era então muito fugaz e limitado.
Vivo na serena expectativa de sua chegada, um dia...entre nós.
Pense em mim assim: nas suas lutas pense nesta maravilhosa morada onde não existe a morte e onde, juntos, viveremos no enlevo mais puro e mais intenso, junto à fonte inesgotável da alegria e do amor.
Se você verdadeiramente me ama, não chore mais por mim. Eu estou em Paz.
Não há Adeus
Mãe, teu filho não é somente teu...
Deus, que premiou as estrelas, o firmamento, que encheu de luz a terra que abençoou a natureza com os pássaros canoros, também fez o teu coração amoroso, mãezinha querida!!!
Envolveu-me em teu ventre, numa jornada de experiências inesquecíveis.
Possibilitou-me a ternura dos teus gestos, a carícia do teu olhar.
Ensinou-me o teu coração, a amar,a escrever, a sonhar...
Mas a lei, lei bendita que dá o começo e o fim de etapas, marcou o meu retorno.
Não compreendeste, querida.
Busca-me tantas vezes nas coisas que eu gostava, nas brincadeiras que apreciavas,nas pequeninas travessuras...
E quando eu cresci, achava-me distante de ti, como se o mundo ensaiasse o treinamento para a grande e inexorável separação.
Parti do teu regaço, mas aqui estou, no regaço amoroso do Nosso Pai, que me ensina que a vida é a continuidade numa nova dimensão, que o amor continua sendo amor, e que o entendimento das Leis Benditas é a única forma de aliviar-te, para vestir de esperança os teus gestos, aconchegando ao teu peito outras mães que ainda não tem a ventura que tu já tens agora, de poder guardar nos teus anelos a certeza de que de cá e de lá, nesta nova dimensão, nossas mãos podem se estreitar novamente e dizer:


— Eu amo a Vida! A Vida é Bela!
A vida vivida com Deus
traça caminhos de união e gratidão,descobrindo que;
Com Jesus não há Adeus

Demétrius - Com gratidão, Meimei
(Mensagem psicografada pela médium Miltes Aparecida S. de Carvalho Bonna, em 05-09-2000, no Centro Espírita Obreiros do Senhor)